SIM, NÓS CONSTRUÍMOS SITE. MAS, SE QUISER MAIS...
O futuro da WEB

Sou responsável dentro da empresa pela parte intelectual pensante de qual rumo devemos seguir em relação a tecnologia de desenvolvimento. E a minha decisão a muito tempo foi entrar, literalmente de cabeça, nos padrões abertos da web, tanto para o desenvolvimento de sistemas, quanto para desenvolvimentos de sites, portais, aplicativos, web services, etc. Ao ponto de praticamente termos aposentado as tecnologias fechadas relacionadas a web (por exemplo flash, usamos, mas bem pouco). Os fatos que nos levaram a essa conclusão foi baseado na experiência de mais de 10 anos com a web e nas tendências de mercado, bem como com a facilidade de aprendizado e aplicação de metodologia de negócio.

As tecnologias abertas, mais relacionadas com a web, que são formatadas pela W3C, deverão se tornar no seu conjunto como a principal plataforma de desenvolvimento de sistemas de computador relacionados com o contato com o usuário final. Ou seja, a interface de acesso gráfico de todos os tipos de aplicativos serão feitos, num futuro próximo, com essa plataforma. Apesar de profético vou explicar o motivo principal que cheguei a essa conclusão.

Em primeiro lugar um pouco da história dos padrões que eu divido, “grosseiramente” em 3 etapas: 1 – a web foi primeiramente formulada para ser puramente expositiva, sem muita interação dos usuários, a chamada web 1.0. Nesse período houve uma grande quantidade de portais que apenas eram informativos, com pouco troca de informação com os usuários; 2 – num segundo momento, ou melhor, o nosso momento atual, a web se tornou expositiva/interativa e mais amigável, pois, agora além dos usuários poderem buscar informações, eles podem interagir com as mesmas, exemplos disso há milhões, se tornaria um tanto quanto cansativo ficar demonstrando aqui; 3 – Que é o futuro do padrão, conhecido como o advento do HTML 5 (melhoria do HTML, CSS, JS, etc), a idéia agora, além da interação entre os usuários e os sistemas, é proporcionar uma melhora significativa em todos os sentidos computacionais na tecnologia web. Desde de melhoria gráfica, até o advento de interface 3D, audio, vídeo e canvas (formas: quadrados, circulos, etc) e o uso do que já é útil no padrão atual (conexões assíncronas [AJAX],CSS como elemento formatador de layouts, JS como linguagem script de interação com os elementos HTML, etc).

Um dos motivos que o HTML 5 ainda não está pronto é que agora os conceitos são mais amplos, um dos fatores que pude constatar técnicos que achei mais interessante é que agora será possível utilizar de recursos de aceleração 3D (OpenGL). A aplicabilidade disso é gigantesca, vide um dos maiores mercados computacionais do mundo ser o de games, imaginem o impacto que não seria se uma empresa possa desenvolver games em HTML 5? Sem contar que a velocidade de renderização das páginas HTML teria um grande salto de qualidade com o uso dos recursos de uma GPU. O advento do vídeo e do audio nativos no navegador por si só já é algo também imponderável, ainda mais pelo fato que a tecnologia FLASH, apesar de ser “tapa buraco” e resolver o problema, sabemos muito bem que por não ser nativa ao navegador, e ter uma camada de software entre a página HTML e o navegador, ocorrem falhas e o desempenho é muito inferior, sem contar que FLASH, por ser uma tecnologia proprietária e fechada não é localizada pelos motores de busca (google,yahoo,bing), e isso hoje em dia é algo imponderável se levarmos em contato que a web é o conjuntos dos sites se interagindo entre eles, apesar de atualmente ambas, Adobe e Google estarem trabalhando para resolver isso. E por último, o que acredito que fará com que modifiquemos completamente a maneira de utilizar o computador será o advento do canvas e animação. Apesar de hoje ser possível fazer animações utilizando a tecnologia atual usando JS, o desempenho é muito ruim, uma vez que as “formas” em movimento nas páginas HTML são muito lentas.

Eu já vislumbrei mentalmente o que será o uso do computador nos próximos 10 anos, e se realmente tudo isso vier a se tornar um padrão, não acho difícil de ligarmos um computador e nem ver o SO rodando com seus menus e sim apenas uma tela de um navegador que irá abrir por padrão em um SITE, que na verdade será uma área de trabalho remota usando tecnologia HTML 5 e seus “afiliados”. Na minha opinião eu acho que a web se tornará o único dispositivo de acesso do usuário com os computadores! Uma vez que todos os conceitos de interação com os usuários serão proporcionados com essa tecnologia. Ainda mais com a popularização iminente de dispositivos móveis de diversas empresas diferentes, seria um tanto quanto suicídio tentar criar aplicativos para cada um de todos SOs que estão existentes. E o bom e velho sonho do navegador ser o computador está cada vez mais próximo de se tornar uma realidade palpável.

Otávio Campos de Abreu Serra
otavio@prontofatto.com.br

Rua Alice Além Saadi, 855 - Sala 401
Nova Ribeirânia - Ribeirão Preto/SP
Telefone: 16 3610 6372
contato@ageone.com.br
Cadastre-se Aqui
Siga-nos
Alerta
Ok
Carregando
Erro

Não foi possível ler a página!