SIM, NÓS CONSTRUÍMOS SITE. MAS, SE QUISER MAIS...
A tecnologia te consome ? - Parte 2

Recentemente, postamos aqui um comentário sobre o quanto a tecnologia nos consome, no nosso dia a dia, costumes que consomem (ou melhoram o aproveitamento) do nosso tempo. Comentários simples que nos levam a refletir se realmente estamos sendo consumidos por aparelhos, costumes e “vícios” tecnológicos.

Até quando teremos tempo para gerenciar de forma consciente toda a nossa vida ? Quanto tempo teremos que ter em um dia (lembrando que a realidade do unibanco/itáu 30h não existe de verdade) para gerenciar:
- Vida pessoal
- Vida social
- Casa
- Cachorro (para os que gostam)
- Dedicação ao parceiro (para os casados ou enamorados)
- Trabalho (esse é importante, sem ele dificilmente teriamos os outros itens)
- Vida na web (redes sociais, tais como twitter, facebook, orkut, likedin, etc…são muitas, só essas já está bom para enumerar)
- Messenger (difícil não ter hoje)
- Skype
- Dentre muitas outras coisas…como por exemplo dormir.

O gerenciamento da vida “off line” e “on-line” fica cada vez mais complicada, visto que estamos mais e mais interligados a vários meios de comunicação, sistemas gerenciais, smartphones e muitos outros,  e a demanda por gerenciamento de tudo isso é enorme.

Por exemplo, como conseguir consciliar o trabalho  em um dia aonde o twitter não para de “bombar” ? E que quando vamos ler as mensagens lá deixadas, nos deparamos com:

- “Pessoal, vou ao banheiro, já volto”
E em menos de 5 minutos depois
- “Meus Deus, preciso parar de comer carne! acho que estou morrendo por dentro”

Dá até para imaginar quantos foram mortos por lá! Os vizinhos que se cuidem! (risadas)

Tais comentários ou posts, em uma escala de 1:300 ou 1:500 (contatos médios em uma rede social) , geram em menos de 1 hora, nada mais, nada menos, que uma média de 400 posts. E afinal, como acompanhar isso tudo sem “perder o fio da meada” ? A internet trabalha 24h. Aonde fica o tempo para dormir ? Alguém viu ele passando perdido por ai?

Exemplos simples, como o que comentamos aqui, obviamente não podem ser tratados como regra, mas a pergunta que deve ficar no ar, e deve ser pensada em um momento que “sobrar” do seu dia, após todos esses afazeres, é:

“O QUANTO TODOS ESSES AVANÇOS TECNOLOGICOS E INTEGRAÇÕES SÃO REALMENTE NECESSÁRIOS E IMPORTANTES PARA AS NOSSAS VIDAS?”

Certamente nossos filhos deverão aprender o limite de tudo isso, e cabe a nós tentar passar isso a eles de uma forma simples e clara, sem gerar atritos. Quem sabe uma brincadeira em família num parque nas manhãs de domingo, ou mesmo um passeio de bicicleta, não consiga tomar o lugar de horas e horas “perdidas” a frente de equipamentos eletrônicos e toda a sua interatividade.

Cleber Campos Barreira
cleber@prontofatto.com.br

Rua Alice Além Saadi, 855 - Sala 401
Nova Ribeirânia - Ribeirão Preto/SP
Telefone: 16 3610 6372
contato@ageone.com.br
Cadastre-se Aqui
Siga-nos
Alerta
Ok
Carregando
Erro

Não foi possível ler a página!