SIM, NÓS CONSTRUÍMOS SITE. MAS, SE QUISER MAIS...
A importância da gestão das redes sociais nas empresas

Por Mariana Nakane

É inevitável, qualquer pessoa, em qualquer lugar, ao se conectar à internet, imediatamente direciona suas atenções às ferramentas sociais e meios de comunicação (E-mails, Facebook, Twitter, Messenger, etc). É a era da Web 2.0, criadora de uma rede tão interativa e cheia de recursos fantásticos, que envolve de forma globalizada cidadãos do mundo inteiro.

Para se ter uma leve impressão das proporções das redes sociais, só o Facebook já atingiu a impressionante marca de meio bilhão de usuários. Outra estatística aponta que as redes sociais no Brasil alcançaram, no começo do ano, o número de 36 milhões de usuários. Número este que pode ser considerado de grande valia para a evolução digital do país se analisarmos a interação, o alcance sem limites em que notícias do mundo todo circulam e as discussões calorosas sobre política, educação, cultura, entre outros temas. Por outro lado, esses mesmos 36 milhões de internautas também fazem parte de uma estatística preocupante quando a mesma pesquisa divulgada que, a maioria desses usuários, acessa redes sociais no trabalho, durante o expediente.

Isso porque, apesar de muitos estudiosos acreditarem que a utilização desses sites pelos funcionários traz benefícios às empresas como maior integração entre os colaboradores e aumento da velocidade da comunicação interna, uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, feita pelo Instituto uSamp e divulgada pela Hamon.ie constatou que usar as redes sociais durante o trabalho ocasiona a perda de produtividade, o que consequentemente resulta em prejuízos para as empresas.

A pesquisa foi realizada com 500 trabalhadores e concluiu que, na maioria dos casos, as redes sociais representam uma cara perda de foco no trabalho. Isso porque, 60% das interrupções no trabalho envolvem o uso de ferramentas sociais e por conta disso, 45% dos empregados não conseguem trabalhar nem 15 minutos sem serem interrompidos. O que custa para a empresa 10 mil dólares por funcionário no ano.

Qualquer empresário depois de ler esses dados alarmantes proibiria o uso das redes sociais em sua empresa o mais rápido possível. Entretanto, é verdade também que o uso dessas ferramentas aproxima clientes, melhora a comunicação entre colaboradores e clientes, é um ótimo meio de realizar o marketing da empresa e até ajuda a reduzir custos, o que é inversamente proporcional aos dados apresentados no parágrafo acima.

Assim, a pergunta de qualquer empresário no meio dessa trincheira seria: O que devo fazer então? E a resposta é bem simples. Primeiro: o departamento de recursos humanos da empresa deve propor normas de uso das redes sociais por parte dos funcionários. E segundo: a empresa deve gerenciar as ferramentas Web 2.0, tendo em vista que é através delas que seu negócio chegará a milhares de consumidores, os chamados ‘consumidores 2.0’.

Com isso, da mesma forma que uma empresa tem setores de gerência administrativa, financeira, etc, é de extrema importância gerenciar as redes sociais em prol do negócio. O que deve ser feito, preferencialmente, por uma Agência Digital Full Service que irá fornecer soluções completas em internet e marketing digital, direcionando a empresa ao melhor caminho para a exploração lucrativa de todas as ferramentas inseridas no contexto da Web 2.0. O que se torna cada vez mais necessário nos dias de hoje.

Rua Alice Além Saadi, 855 - Sala 401
Nova Ribeirânia - Ribeirão Preto/SP
Telefone: 16 3610 6372
contato@ageone.com.br
Cadastre-se Aqui
Siga-nos
Alerta
Ok
Carregando
Erro

Não foi possível ler a página!